Mães narcisistas - Leidyane Alvarenga Advogada

Breaking

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Mães narcisistas





O transtorno de personalidade narcisista é um tema que vem sendo discutido a pouco tempo na nossa sociedade, graças, principalmente à internet. Esse transtorno pode atingir as mais variadas pessoas, mas hoje tratarei sobre mães que tem este transtorno e quais as providências legais que as vítimas menores podem tomar.

Existe um mito em nossa sociedade que as mães são sagradas, e quem não podem jamais serem criticadas, nem confrontadas, nem desobedecidas, e que não erram. Acredito que isso se dá ao fato do nosso país ser massivamente cristão, e haver a comparação entre mães e Maria, mãe de Jesus. 

Sim, mães devem ser respeitadas e obedecidas por conta de sua posição e experiência de vida. Contudo, existem mães que possuem um transtorno chamado de narcisismo. Esse transtorno faz com que estas mães odeiem suas filhas (digo filhas por ser mais comum, mas poderia ser filhos também), isso mesmo, odeiem suas filhas e são capazes de fazer de tudo para prejudica-las. Nesses casos, a desobediência torna-se um ato necessário. 

Recentemente, o programa Fantástico da Rede Globo publicou uma matéria excelente sobre o tema, explicando o que é o transtorno e apresentando relatos de vítimas. Para quem tem interesse, a matéria é bem curta (13 minutos) e bem esclarecedora, segue o link: Mães narcisistas 

Mas enfim, como se comporta uma mãe narcisista? 

Mães normais e saudáveis são orgulhosas das suas filhas e querem que elas sucedam e brilhem. Mas uma mãe narcisista percebe a filha como uma ameaça. Se a atenção se desvia da mãe, a criança sofre retaliação, humilhações e castigos.

Uma mãe narcisista pode ter ciúmes de sua filha por muitas razões: a sua aparência, a sua juventude, bens materiais, realizações, educação e até o seu relacionamento com o pai. Este ciúme é particularmente difícil para a filha porque carrega uma dupla-mensagem: “fica bem para que a mãe fique orgulhosa, mas não demasiado para não lhe ofuscar a imagem dela.”

Seus relacionamentos íntimos são superficiais e focados, na maioria das vezes, em como os outros os veem, com pouca ou nenhuma empatia pela experiência da outra pessoa. Acreditam genuinamente que são melhores do que as outras pessoas, mas são propensos a sentir intensa vergonha diante de críticas recebidas ou erros que cometem.

Já ouvi inúmeros relatos de vítimas de mães narcisistas, as quais dizem as tamanhas atrocidades que ouviram e vivenciaram, como por exemplo: castigos extremos, surras demasiadamente exageradas, apelidos como “putinha” e "vagabunda", frases como: “Você não deveria ter nascido”, “Eu nunca quis você”, “Você não vale nada”, além de casos de abusos sexuais, e exposições das filhas a riscos.

Salientando, as mães narcisistas não possuem empatia, ou seja, não conseguem se comover com o sentimento do outro. Além disso, são extremamente mentirosas e manipuladoras, capazes de colocar uma família inteira contra o outro. 

As mães narcisistas conseguem fazer com que os irmãos se odeiem, com que os filhos odeiem o pai, e vice-versa. E fazem com que todas as informações passem por ela primeiro, para que seja capaz de manipula-las segundo a sua vontade. 

Abaixo estão relacionados 5 sinais de uma mãe narcisista:

1) Usam o amor como recompensa: Se tem uma coisa que filhos de mães narcisistas não costumam receber em casa é carinho, atenção e amor, pois tudo dentro do lar gira em torno de quem os colocaram no mundo. Geralmente quando elas decidem demonstrar afeto aos filhos é para manter as aparências ou sempre que estão em busca de alguma coisa em troca.

2) Gostam de manter a boa aparência em público: Quem tem uma mãe narcisista é acostumado a ouvir uma lista enorme de coisas que devem ou não fazer quando vão receber uma visita em casa ou em outras ocasiões que envolve outras pessoas. Isso porque quem sofre com o transtorno de pensar apenas em si mesmo gosta de manter uma boa aparência em público, pois se preocupam com o que as outras pessoas vão dizer sobre ela

3) As pessoas ao seu redor são como escravas: Quem convive com pessoas narcisistas sabe o que é se sentir escrava delas, pois costumam pedir uma incansável lista de coisas a fazer para seus filhos, e eles agem como servos na esperança de conseguir um pouco de carinho e atenção da mãe, já que tudo o que ela fala e faz gira ao seu redor e é para o seu único bem.

4) Gostam de manter o controle de tudo: Quem tem uma mãe narcisista sabe o que é ter uma pessoa controlando tudo. Sim, absolutamente tudo. As músicas que o filho ouve, as amizades, as roupas que eles vestem, e possíveis hábitos que as crias devem ter. Na maioria das vezes elas fazem chantagem emocional em troca de que suas vontades sejam feitas.

5) Culpam os filhos pelos problemas e erros: Um relacionamento positivo é aquele que existe troca de afeto, carinho e admiração de ambas as partes, porém, em relacionamentos de filhos com mães narcisistas não costumam ser assim, e, geralmente, os filhos crescem diferente do que a mãe planejou. Mas, claro, elas sempre vão culpar as crias por não serem "perfeitas" e ainda compará-las com outras crianças.

Mas então, como uma vítima menor de idade pode agir?

Uma mãe narcisista nunca vai mudar, quem tem que mudar são as vítimas.
No caso de vítimas menores, caso seja comprovado o narcisismo através de estudo social e atendimento psicológico, a mãe poderá perder a guarda do filho, pois uma de suas obrigações é manter o filho saudável fisicamente e mentalmente, conforme preceitua o Código Civil e o Estatuto da Criança e Adolescente.

Então, vítimas menores devem procurar um adulto, de preferência parente (pai, tio, avó) para que possam juntos procurarem ajuda no Conselho Tutelar, na Vara da Infância e Juventude, Defensoria Pública ou junto a um Advogado Particular. 

Referências 

_______________________________________________
Deixe seu comentário ou se preferir entre em contato.
Leidyane Alvarenga
Advogada OAB/MG 174.611
Leidyanealvarenga.adv@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário